Natal no Centro de Santos tem Papai Noel e música

Projeto “Cartão parceria” deve movimentar economia da região
15 de novembro de 2017
Novas lojas abrem no Centro de Santos
15 de novembro de 2017

No próximo dia 11 de dezembro, a partir das 12 horas, o Papai Noel vai chegar na Praça Mauá. Ainda não sabemos qual será o veículo utilizado pelo bom velinho, que vem diretamente do Polo Norte para celebrar o Natal no Centro de Santos. A CDL Santos e o Grupo de Lojistas do Centro de Santos está organizando uma festa com muitas músicas natalinas, que promete animar e ser o ponta pé inicial para as vendas de final de ano, que devem ser 5% maiores, em relação ao ano anterior, um dos piores dos últimos anos.

“O Natal é a principal data para o comércio brasileiro, sobretudo para as lojas de rua, que precisam de eventos que atraiam compradores para as ofertas e promoções de final de ano. A chegada do Papai Noel e a circulação dele nas ruas do Centro, certamente vão tornar o bairro um local muito mais agradável para as compras de Natal”, ressalta o presidente da CDL Santos Camilo Rey Andújar.

O Papai Noel circulará pelas ruas do Centro de Santos, entre os dias 11 e 23 de dezembro, distribuindo doces e tirando fotos com as crianças. No mesmo período, as lojas estarão abertas com promoções exclusivas para o Natal, que deve ter índices melhores que em 2016, a data foi uma das que mais sentiu a recessão econômica brasileira.

A queda na inflação e dos juros, a desaceleração de preços, e queda do desemprego possibilitam uma nova realidade no poder de compra dos brasileiros. A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) espera para o Natal de 2017 um crescimento de 4,3% nas vendas. Outro fator que poderá impactar na melhora das vendas do fim do ano são os saques das contas do PIS/Pasep. A medida, autorizada pelo governo, deve favorecer cerca de 8 milhões de consumidores e injetar de R$ 15,9 bilhões na economia Brasileira.

As expectativas para o Natal são positivas não apenas por um benefício exclusivo e temporário do varejo. A previsão de melhora das vendas é um sinal de que o consumo das famílias, que responde por cerca de 60% do PIB, está dando sinais de retomada, ainda que lentamente. E a perspectiva de empregos temporários reforça a confiança dos empresários, que tendem a elevar os investimentos a médio prazo. São sinais macroeconômicos fundamentais para garantir um crescimento sustentado da economia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *