Cautela e união serão as palavras de ordem da nova gestão da CDL Santos

Definidos os palestrantes da 40ª Convenção dos lojistas do Estado de São Paulo
30 de Abril de 2016
De campo ao jardim do Paço Municipal: a história da Praça Mauá
30 de Abril de 2016
SAMSUNG CAMERA PICTURES

Em sua primeira entrevista como novo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Santos – CDL Santos, Camilo Rey Andújar, tem como um dos principais objetivos ampliar ainda mais a atuação da Entidade em todos os bairros de Santos, com a finalidade de unir, capacitar e melhorar os serviços prestados pelos lojistas à população da Cidade.

Andújar, já atuante associado da CDL Santos há 14 anos, ainda analisou com muita cautela o cenário político e econômico atual do País e da Região, e disse acreditar na mudança de poder do governo, para que a categoria possa traçar novas metas e estratégias.

Quais as perspectivas para os próximos anos?
Neste atual momento político e econômico do País, nós lojistas estamos aguardando os desfechos desta instabilidade. No entanto, acreditamos que uma mudança no governo seria a melhor decisão para sairmos desta crise econômica, e assim podermos traçar novas perspectivas e estratégias. De qualquer forma, penso em fazer uma gestão para reaproximar ainda mais os lojistas da CDL. Acredito que a união e a troca de experiência vão ajudar a todos a criar novos caminhos para o futuro.

Quais são as maiores vantagens do lojista ao participar ativamente da Câmara? E quais melhorias essa união pode trazer para o setor?
Os lojistas precisam conhecer tudo aquilo que a CDL pode proporcionar a eles. Nosso trabalho reúne informações e atua em diversos órgãos públicos, como a prefeitura e secretarias, além de estarmos diretamente vinculados às Federações estadual e nacional. Esse contato nos permite trazer aos nossos associados todas as atualizações necessárias do seguimento, desde novas leis e diretrizes, como também parcerias para capacitação aos dirigentes e colaboradores do comércio. Essas parcerias auxiliam na fomentação e auxílio das vendas, melhorando a qualidade dos nossos serviços prestados à população. Os exemplos positivos que podemos citar são os cursos dados pelo SPC Brasil, para atuação do certificado digital na CDL, com desconto para associados até 2017, e a oportunidade de descontos em universidades, planos de saúde, seguros e diversos outros seguimentos.

Qual a sua visão do cenário atual da economia local?
O comerciante que tinha alguma reserva e planejamento está conseguindo se manter com muita dificuldade, mas ainda pode, com alguns cortes, manter o seu negócio em atividade. No entanto, a crise tem atingido diretamente os pequenos comércios, pois com o desemprego em crescimento até alguns itens básicos e essenciais a população tem deixado de adquirir. A lição recebida deste cenário é a importância da administração e saúde financeira do seu negócio, seja ele uma pequena prestadora de serviços ou um comércio bairrista. Ter as contas em dia e alguns investimentos são muitas vezes o que vai ajudar o pequeno empresário aguentar essa e outras crises de mercado.

Em sua gestão o associado pode esperar uma atuação maior entre os lojistas além das áreas do Centro?
Nossa aposta é uma nova abordagem e a prospecção em novos lojistas. A CDL sempre esteve com as portas abertas para receber todos os lojistas de Santos, mas historicamente o comerciante do Centro sempre esteve mais próximo da nossa atuação. No entanto, queremos nesta nova gestão chegar aos lojistas também dos outros centros comerciais como o Boqueirão e a Vila Mathias, por exemplo, pois acreditamos que os nossos produtos como o certificado digital, nossa sala de reunião, os cursos de capacitação e as parcerias são muito importantes para auxiliar no crescimento dos negócios de todos os comerciantes da Cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *