Adolescentes e bebidas alcoólicas um risco para todos

Sicredi: diferente e em franca expansão
30 de outubro de 2016
Associados tem desconto em Marketing Digital
20 de novembro de 2016

drinking-beer-1439791Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em parceria com a Prefeitura de Santos, em julho deste ano, revelou que mais da metade (55,5%) dos estabelecimentos comerciais da cidade vende bebida alcoólica para menores de 18 anos. Os estabelecimentos serão notificados pelo poder executivo.

O estudo teve a participação de 30 adolescentes voluntários com idade entre 14 e 16 anos. Eles visitaram 270 comércios como bares, padarias, quiosques, lojas de conveniência e supermercados. A quantidade de estabelecimentos foi definida pelo critério de amostragem, que corresponde a um total de 11% de um universo de 2.470 endereços espalhados pela cidade.

No Centro e na Área Continental, os menores conseguiram comprar latinha de cerveja em todos os pontos visitados. O percentual de estabelecimentos nos morros chegou a 70%; na Orla, 61,32%, seguido de 50% na Zona Intermediária. A Zona Noroeste foi a região com menos infrações cometidas pelos comerciantes (40%).

Para efeito do levantamento, se perguntados, os participantes não deveriam mentir sobre a idade e precisavam alegar que a bebida era para consumo próprio. Todas as latinhas compradas foram recolhidas pelos pesquisadores e descartadas.

“A fiscalização não é a raiz do problema, temos que conscientizar a família de que a cerveja do lado do leite na geladeira banaliza o consumo de álcool. Aí pode nascer um dependente químico. Se ele não for para as outras drogas, está estragando suas emoções, está desperdiçando seus talentos e potenciais”, afirma vice-prefeito e coordenador do Comitê Gestor Municipal de Políticas sobre Drogas, Eustázio Alves Pereira Filho.

“Os proprietários de bares, restaurantes e lanchonetes devem recusar-se a vender bebidas alcoólicas para menores de idade, não apenas por se tratar de crime, mas por uma questão de responsabilidade social, que envolve desdobramentos seríssimos. A CDL está de portas abertas na lutra contra o consumido de bebidas alcoólicas para adolescentes”, exclama o presidente da CDL Santos, Camilo Rey Andújar.

O site da CDL Santos tem disponível par download e posterior impressão uma placa que expõe a proibição da venda de bebidas alcoólicas a cidadãos com menor de 18 anos. Confira aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *